Voltar
Leny Andrade e Gilson Peranzetta

21 fev

Leny Andrade e Gilson Peranzetta

sexta-feira, 21 fevereiro 20h00
sexta-feira, 21 fevereiro 22h30

COMPRAR

Considerada no Brasil a primeira Dama do Jazz e da Bossa Nova, na qual surgiu sua carreira discográfica com reconhecimento Internacional, Leny sobe ao palco do Tom Jazz nos dias 30 de junho e 1o de julho, acompanhada por João Carlos Coutinho (piano), num dueto acústico, que apresenta músicas como “Balanço Zona Sul” (Tito Madi), “Meu País” (Ivan Lins e Victor Martins), “Cantor da Noite” (Ivana Line e Victor Martins), “Wave” (Tom Jobim), “Por Causa de Você” (Dolores Duran e Tom Jobim), “Tem Dó” (Baden e Vinícius), “Batida Diferente” (Durval Ferreira, Regina Werneck e Maurício Ehorm), “Fim de Sonho” (João Donato e Liseas), “Lugar Comum” (Gilberto Gil e João Donato) e “40 Anos” (Alteyr Veloso e Paula César Feital).

Leny Andrade fez vários Shows musicais como “Rio, Bossa e Balanço” e “Gemini 5” com grande sucesso, principalmente no Rio onde permaneceu em cartas durante 14 meses, partindo em seguida para o México. Três discos foram gravados com o Show “Gemini V”, dois no Brasil e um no México com a gravadora Capitol. Ela permaneceu no México durante cinco anos onde apresentou-se por todo o país, tornando-se a cantora mais popular na parada de sucesso mexicana.

De volta ao Brasil recebeu do público e da crítica brasileira o titulo da “Melhor Cantora de Jazz Brasileira” foi também considerada “Cantora Musicista” pela sua incrível habilidade de Improvisação e Scat. Fez Tourées em todo o Brasil, América Latina e Europa e gravou vários Lps e Cds. Depois disso Leny partiu para Nova Iorque para se apresentar no “Blue Note”, e recebeu mais, uma vez, críticas memoráveis. O “jazzman” Paquito D”Rivera encantado pela sua arte gravou o tema “ For Leny” composto por Daniel Freiberg em seu disco “ Manhattan Burn”.

Tem se apresentado em várias casas importantes como: Blue Note, Smithsonian Institution, Town Hall, Ravinia, Hollywood Bown, Lincoln Center, Blues Alley, Kuumbwa Jazz Center, Twin Cities Latin Jazz Festival, University of the District of Columbia and Celebrate Brooklyn at the Brooklyn Philharmonic. Seu disco, Mayden Voyage (Chesky Records), produzido por Fred Hersch, foi o seu primeiro disco nos EUA e foi considerado em 1994 o melhor disco de Jazz pelo “Village Voice” No mesmo ano gravou outro grande CD, dessa vez com César Camargo Mariano no piano. No ano seguinte gravou mais dois Cds. O primeiro em duo com Romero Lubambo no Violão, e o segundo “Luz Negra”, onde canta musicas de Nelson Cavaquinho. Este CD foi dedicado ao grande baixista brasileiro Luizão Maia.

Tem viajado pelo mundo ,fazendo shows e se apresentando em festivais com os maiores nomes da música internacional, como Chucho Valdez ”Ron Carter.Gonzalo Rubalcaba,Paquito D ́Rivera e uma infinidade de super estrelas. Japão,Estados|Unidos,Mexico,França,Moscou,Argentina,Chile,Polonia,Austria,Australia,Inglaterra,Espanha,tendo retornado de uma tournet por por Berlim,Republica Tcheca,Londre(Rony scoth)s,Milão,Finlandia,Ucrania,Japão,Israel festival de Jazz de Elad, e, 2016 se apresentou no Birdland de NY três dias e inaugurou o Birdland da Australia Melborne de 16 a 21 de agosto2016 , enfim onde a boa música está LENY,por certo, está também. Com cerca de 20 discos gravados, dois DVDs(um com, Cesar Camargo Mariano e outro no Teatro Rival , lançados ) pela Albatroz e distribuídos pela Universal CD e DVD que lhes rendeu o Gramy Latino l ançou pela Biscoito Fino CD (Lua do Arpoador) feito com o violonista Romero Lubambo.A Leny, tendo O CD ALMA MIA lançado pela gravadora Fina Flor recebido o premio de melhor Cd Estrangeiro, melhor arranjo , o seu no ano de 2014 lanço o CD CANCIONES DEL REY onde interpreta a obra do Roberto Carlos toda em Espanhoel e este ano ainda não na loja mas que lançaremos ai no festival o CD ILUMINADOS , gravado a pedido do Ivan Lins e Victor Martins para comemorar a parceira da dupla nos 40 anos!!

promocao