Voltar
Antonio Adolfo e Orquestra Atlantica

13 out

Antonio Adolfo e Orquestra Atlantica

sábado, 13 outubro 20h00
sábado, 13 outubro 22h30

COMPRAR

Antonio Adolfo, pianista e compositor carioca, lança novo álbum, desta vez com a Orquestra Atlântica, ‘Encontros – Orquestra Atlântica’, no qual mixa jazz a samba, baião, frevo e afoxé

Participações de Zé Renato, Rafael Barata, Léo Amuedo e outros. Várias músicas inéditas de Adolfo, inclusive uma nova leitura de ‘Sá Marina’ e ainda ‘Milestones’, de Miles Davis

“Durante muito tempo, esperei pela chance de gravar um álbum com um grupo grande. Em 2017, quando estava juntando ideias para meu novo projeto, fui assistir a um concerto da Orquestra Atlântica no Blue Note Rio. Foi tão mágico, me apaixonei totalmente pelo som do grupo, e não tive opção senão convidá-los a participar da minha próxima gravação. Que alegria!

Antonio Adolfo começou a estudar música na infância, e no início da década de 1960 passou a freqüentar ambientes onde se tocava jazz e bossa nova. Em 1963, montou o Trio 3-D, para o musical Pobre Menina Rica, e ao mesmo tempo acompanhar Leny Andrade no histórico Beco das Garrafas (RJ). Atuou como compositor em importantes festivais e trilhas sonoras de novelas, obtendo sucesso com Sá Marina, Juliana, BR-3 e Teletema, dentre outras. Morou no Exterior no começo dos anos 1970, quando teve a oportunidade de estudar música nos EUA e Europa.

De volta ao Brasil, em 1975, participou de gravações com grandes intérpretes da MPB. Marca uma atitude pioneira que hoje é padrão na música brasileira: a gravação e distribuição independente de discos. O LP Feito em Casa (1977) teve todas as etapas assumidas por ele, desde a gravação até a venda em lojas. Em 1985 cria, no Rio de Janeiro, o Centro Musical Antonio Adolfo, onde desenvolve atividade pedagógica. Hoje vive entre o Brasil e o Exterior.

Adolfo tem gravado com freqüência a partir de 2007. Alguns de seus discos, como Rio Choro Jazz… (2014), O Piano de Antonio Adolfo (2014), Tema (2015), Tropical Infinito (2016), foram indicados ao Grammy Latino. Tema e Tropical Infinito , além da indicação o Grammy Latino, receberam o Brazilian International Press Award, ambos na categoria Melhor CD Brasileiro lançado nos EUA. E Hybrido – from Rio to Wayne Shorter, foi indicado também ao Grammy (2018) na categoria Melhor álbum de Latin Jazz.

A Orquestra Atlântica existe desde 2012, é baseada no Rio de Janeiro, e lançou um CD em 2015. É integrada por Marcelo Martins (sax tenor e flauta), Danilo Sinna (sax alto e flauta), Levi Chaves (sax barítono e soprano), Gesiel Nascimento (trompete), Jessé Sadoc (trompete e flugelhorn), Aldivas Ayres (trombone), Wanderson Cunha (trombone), Marcos Nimrichter (piano e acordeão), Jorge Helder (baixo), Williams Mello (bateria) e Dadá Costa (percussão).

No CD, Antonio Adolfo tem convidados especiais como Zé Renato (voz), Nelson Faria (violão), Claudio Jorge (violão), Léo Amuedo (guitarra), Rafael Barata (bateria), e Serginho Trombone.

Líder, Adolfo tem participado como solista em grupos que se apresentam com ele, emoção, experiência e habilidade. Há muito considerava encontrar uma banda para junção de música brasileira e jazz. Encontros – Orquestra Atlântica é a realização desse sonho. Os arranjos para o orquestra são  de Jessé Sadoc e Marcelo Martins, e misturam o som da big band jazz com ritmos como samba, bossa nova, baião, frevo e afoxé, criando uma música própria.

Músicas como Partido Samba-Funk, Pentatônica, Atlântica (que Adolfo batizou em homenagem à big band), Luizão (uma homenagem ao falecido baixista Luizão Maia (1949-2005), figura icônica e um inovador na forma como passou a tocar o samba em seu instrumento). O padrão único da Orquestra Atlântica aparece em Milestones, de Miles Davis, uma combinação de jazz boppish e frevo. Capoeira Ya apresenta toque do berimbau tocado pelo violão ‘flamenco’ de Nelson Faria, junto com solos de trompete e piano, por exemplo. E há ainda um afoxé/ijexá Africa Bahia Brasil e valsa inédita Delicada.

 

SESSÕES DOS SETS ARTÍSTICOS:
Sessões : 20h e 22:30hrs

Membros do clube de fidelidade do Blue Note têm descontos de até 20% nos ingressos – Clique aqui e faça parte do club mais exclusivo do Rio de Janeiro!

VALORES:
Setor Único:

R$ 120,00 | inteira

R$ 60,00 | meia

ATENÇÃO PARA AS INFORMAÇÕES ABAIXO:
Setor único: adotamos o modelo “first come, first served”. Assim, chegue cedo para garantir o seu lugar. Mesas marcadas apenas para Membros do Blue Note Rio Club pelo canal de relacionamentos.
Horários de entrada e saída do Club conforme padrão internacional do Blue Note:
Primeiro set: abertura do clube às 19h. Após o término, o público deverá deixar o salão em até 30 minutos.
Segundo set: a entrada do público na varanda da casa será liberada a partir das 20:30 sujeita a lotação. Às 22:00, será liberada a entrada no salão.

A permanência no club seguirá o tempo de fechamento da casa a cada noite.

Bilheteria: (21) 3799-2500

promocao